quarta-feira, 23 de maio de 2012

PREOCUPAÇÕES...

Ás vezes é difícil mostrar que está tudo bem quando, na realidade, não está. Não sei se é normal ou não, mas todos os dias tenho algo para me preocupar, não tenho um dia descansado, sem problemas, sem dramas... Desde que me tornei uma menina adulta, com marido, trabalho, casa e outras responsabilidades, que tenho preocupações que me limitam quanto ao aproveitar o que de melhor tem o dia! Eu não acho normal, e apenas quero paz... por outro lado, sei que não parte de mim desligar-me delas, não posso...
Quando alcancei a paz depois de saber que o marido estaria recuperado, surgiram outras coisas, umas atrás das outras, stresses atrás de stresses... Neste momento ando preocupada comigo, porque penso ter a cara ligeiramente inchada do lado esquerdo e sinto algo por baixo... agora o que será? Tenho medo, claro que sim, até porque tive um avô com um cancro no maxilar e isso assusta-me... muito... Também sei que não posso pensar assim, e até poderá não ser nada de grave, mas quem acompanha de perto situações deste género sabe que se fica muito mais atento a qualquer pequeno sintoma... Ando uma pilha de nervos basicamente... Para ajudar à festa, a minha avó, curiosamente, esposa desse meu falecido avô, está a piorar e os 84 anos não perdoam... Queira Deus que não seja Alzheimer...

Possa, eu penso que teria tudo para ter uma vida calma e feliz: sem pressões financeiras, com emprego "seguro", ao lado de um marido que amo loucamente,... mas não, não tenho um minuto de descanso, nem que seja o chão da cozinha a dar-me dores de cabeça (por acaso este assunto já foi parcialmente resolvido com vinagre - parecia um patinho "cabeça para baixo, rabinho para o ar" a esfregar o chão).

OH DEUS, DAI-ME DESCANSO POR FAVOR, DAI-ME PAZ, SENÃO ACABAS COMIGO EM MEIA DÚZIA DE ANOS!

8 comentários:

  1. A minha avó tb teve esse problema. É mesmo mau :(

    ResponderEliminar
  2. OPINANATE
    iso é a essência da vida: a preocupação
    kis .=)

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente a vida é sempre feita de altos e baixos. E os baixos dão-nos muitas dores de cabeça, medo, luta, etc. Há-de ser sempre assim. O importante é nunca baixar os braços. E em relação ao teu maxilar, vai ao médico: não há melhor maneira de ficares descansada e vais ver que não há-de ser nada. Força querida para ultrapassar esta fase mais complicada.

    ResponderEliminar
  4. Mas que grande chatiçe =/ é impressionante quando um problema vem, parece que trás logo uma data deles atrelados :S:S Vais ver que é uma fase, daqui a nada eles começam a desaparecer, e não vais ter nada na cara!!! Devias era ir ao médico o quanto antes para ele te descansar ;)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Minha querida Opinante,
    Pareces-me que te preocupas inutilmente.
    Queres ter a preocupação duma mãe de 4 filhos para organizar e ajudar a crescer? Já te imaginaste com um filho deficiente? Alguma vez te passou pela cabeça perderes o emprego e não conseguires arranjar outro durante meses, anos?
    Minha querida,
    Preocupa-te com coisas reais emesmo com estas temos de dar a volta por cima.
    Com o chão da cozinha? Sinceramnente! Já fui assim, mas agora não gosto de arranjar sarna para me coçar, já bastam a que bate à minha porta e não pedi.

    Pensa nas coisas maravilhosas que tens e salta de felicidade. Tomara muitos milhões terem a sorte que tens.
    Quanto à cara inchada, não penses, vai ao médico e depois logo se vê. Sofrer por antecipação só faz rugas.
    Já bastam os problemas que não podemos evitar. Não inventes outros.
    Um beijo
    P.S. Queres que te conte as minhas 'desgraças'para te sentires melhor?

    ResponderEliminar
  6. Muita força!!!

    http://estilohedonico.blogspot.pt/

    xoxo

    ResponderEliminar

DEIXA A TUA OPINIÃO FORMAR A TEIA!