quinta-feira, 19 de setembro de 2013

TENDÊNCIAS!


Algo que me surpreendeu nestas férias (será que ando assim tão desactualizada?!?) foi a forte adesão às perucas, principalmente por parte das mulheres... (como é que eu hei-de dizer isto sem que seja alvejada...)... (ora cá vai)... negras. Convivi com diversas nacionalidades, e tenho-vos a dizer que as mulheres andam loucas com as perucas! Conheciam esta tendência?

---
E já agora também andam loucas com as unhas, mas isso já não me surpreendeu. Quanto maiores e mais pormenorizadas, melhor.

22 comentários:

  1. Hahahaha, porquê serias alvejada lol. Sou negra e quanto a perucas não sei mas extensões sim. Muitas tem cabelos crespos, custos e muito rebeldes. As extensões sejam elas de que tipo forem facilitam muito a vida. Ao invés de passar horas a tentar domar o cabelo todas as manhãs aderimos às extensões. Eu prefiro as tranças ao invés das extensões. Por 2 meses não preciso de me preocupar com o cabelo e ao invés de perder tempo todas as manhãs, em 2 minutos o meu cabelo está pronto. Bjo

    ResponderEliminar
  2. Eheh estiveste em Londres?
    É incrível as lojas de perucas e nails! E sim...são as "negras" as grandes adeptas. Até

    ResponderEliminar
  3. Não consigo aceder à tua página, mas obrigado pelo teu comentário.
    Estava com algum receio de ser alvejada porque não sabia que termo usar. Eu refiro-me principalmente às mulheres americanas (negras). Elas adoram passear-se com os seus belos cabelos lisos, por vezes até semi-ondulados, mas sempre grandes cabelões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, esses grandes cabelões são todos falsos...LOL.

      PS: Só não gosto de ouvir "pessoas de cor". Bjnho

      Eliminar
    2. É a "porcaria" do politicamente incorrecto. Não sei porquê tanta "noia". As pessoas são o que são e não se deve ter problemas em chamar-lhes pelos nomes. Eu aprendi "negro" ou "negra" e "branca" ou "branco" e não vejo qual o problema.

      Na america não se pode dizer negro, tem de se dizer preto. Por cá muitos ainda dizem preto, mas agora nem tanto devido ao "politicamente correto". Cá para mim é indiferente, o que importa é a conotação dada. É o coração da pessoa que diz a palavra. Esta pode ser um doce de gente e usar preto que não me faz espécie alguma porque sei que o diz por ser a palavra que aprendeu e era usada na altura em que aprendeu, nada mais.

      Eliminar
    3. O "politicamente correcto" é um insulto. Porque faz as pessoas perder a inocência e obriga à noção de pecado, tornando ainda maior coisas que não deviam ser aumentadas. E também distorcendo-as no processo.

      Por exemplo: "pessoa avantajada". Qual o problema em dizer pessoa gorda? Pessoa avantajada é como pessoas de cor, é mais insultuoso por se notar que se quer contornar a questão e ser "politicamente" correto. Em público, porque por vezes sabe-se que em privado o "político" voa janela fora. E quando precisamos de nos armar em políticos a coisa vai mal ahah!

      Eliminar
  4. também estou totalmente out..

    mas a unhas a mim muitas das vezes metem-me nojo.. são grandes de mais..

    kisses***

    ResponderEliminar
  5. Por norma as pessoas negras (nao todas claro!) estão sempre na vanguarda destas coisas. Dou-te o exemplo das Angolanas, perucas não sei bem, mas unhas.Ui, unhacas à maneira, grandes, bicudas, com muita coisinha e patati patatá!! Elas adoram!!

    ResponderEliminar
  6. Olha também ando por fora dessa realidade! Não fazia ideia!

    ResponderEliminar
  7. odeio unhas compridas e cheias de enfeites.

    Perucas? ai ai!

    Paulinha

    ResponderEliminar
  8. Sim, sabia dessa tendência.
    Mas não chamo bem bem perucas. Mas deve ser o que são.
    Uma amiga minha está sempre a mudar de cabelo lol :P
    Mas aquilo é cozido, tal e qual as extensões.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  9. Não sabia dessa tendência, é que nem ouvi falar. Também andei mesmo desactualizada!

    ResponderEliminar
  10. As mulheres negras SEMPRE usaram postiços de cabelo na boa. Por terem o cabelo crespo, por vezes preferem perucas bem compridas e lisas. Por vezes usas carrapito falso ou franja falsa.

    Eu gosto de PERUCAS. Mas nunca usei, embora tivesse gostado de o fazer quando adolescente. Achava o máximo poder usá-las como acessório e mudar todos os dias de estilo, cor, etc. Mas na altura nem se sabia onde as arranjar, muito menos de cabelo verdadeiro. E eram para além de caras. Custavam para além do admissível. Porém não é algo que a sociedade ocidental aceite bem. Tudo o que pareça falso é mal conotado (menos para a mulher negra). Os homens calvos com capachinho eram alvos de muito gozo desde sempre e tentavam, sem sucesso, fingir que se tratava de cabelo verdadeiro. As mulheres não tiveram hipótese de seguir essa moda tal era a aversão dada às capachinhos e perucas. Mas as mulheres negras, com os seus cabelos crespos, não quiseram saber e são a excepção à regra.

    ResponderEliminar
  11. Não fazia a mínima ideia :O Mas não fica estranho? :S

    ResponderEliminar
  12. Perucas não sei, mas extensoes aqui na Europa sim!!
    Nos estados unidos é que gostam mais disso. 90% das Africanas já usou ou usa extensoes ,seja de que maneira for. É um negocio que rendeeeeeeeeeeeeeeeeeee bastante!

    ResponderEliminar
  13. Lol cada vez mais as pessoas procuram formas de ficar mais bonitas e de poderem mudar e variar...

    ResponderEliminar
  14. ps: Mas é preconceito de agora. Se olharem para trás na história da humanidade, existiu sempre perucas. Tanto para mulheres quanto para homens. O sistema de justiça britânico ainda as usa. As mulheres da época vitoriana e das que se seguiram usavam tranças do próprio cabelo como apliques. A aversão ao POSTIÇO é coisa que surgiu na sociedade dos anos 70.

    ResponderEliminar

DEIXA A TUA OPINIÃO FORMAR A TEIA!