segunda-feira, 7 de abril de 2014

TENHO QUE NASCER OUTRA VEZ...

... Para entender esta coisa de Poliamor!

No sábado à noite vi uma reportagem na Sic sobre um jovem de 27 anos que se dizia poliamoroso, ou seja, sobre um jovem que mantinha várias relações ao mesmo tempo, tudo consentido! Afirmava ter quatro mulheres e ainda admitia a possibilidade de se relacionar com homens. 
Sinceramente, achei demasiada confusão e é liberdade a mais para a minha cabeça - lamento. No entanto, gabo-lhe a coragem por dar a cara e dar a conhecer aos ignorantes da temática (como eu!) tal modalidade!


O que pensam disto?

29 comentários:

  1. Penso que é uma tentativa de desculpabilizar a infidelidade tornando-a numa coisa natural e da qual não podem ser culpabilizados porque afinal de contas não têm culpa nenhuma de gostarem de várias pessoas ao mesmo tempo, coitadinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas qual é o mal de gostar de várias pessoas? E que culpa é essa de gostarem de várias pessoas?

      Eliminar
  2. Sinceramente também é coisa que não consigo compreender! Na minha opinião, a coisa só funciona com dois. Três é uma multidão...

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  3. Isto lembrou-me de um programa de televisão que retrata uma qualquer realidade chamado "Sister wives", mas isso é poligamia e não "poliamor"... também teria que nascer outra vez para compreender melhor esses fenómenos. :)

    ResponderEliminar
  4. Independentemente daquilo que possamos pensar acerca disso, o que é facto é que esta realidade "poliamorosa" faz parte de algumas culturas e educações, tal como é demonstrado no já referido programa do TLC "Sister Wives". Para estas mulheres, não há outra realidade lógica se não a de partilharem o marido e viverem todas juntas, tal como para nós é impensável haver mais alguém além e um homem e uma mulher num casal, onde, na melhor das hipóteses, de juntam os filhos.
    Agora o que a mim me parece estranho é isto agora ser uma "moda" em Portugal, visto que não me parece que a poligamia seja algo cultural ou típico, mas pronto... Isso já é outra história ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar a «moda» desapareceu um pouco das culturas árabes (podem ter até 4 esposas) e desceu até o ocidente :) :D A nova geração de jovens de lá está ansiosa para experimentar a vida em casal após séculos de multiesposas e os de cá pensam dar uma oportunidade à «variedade» e ter uma para cada dia da semana

      Eliminar
  5. Há pessoas que inventam cada coisa para ser sem-vergonha! LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por que é que gostar de pessoas é ser sem vergonha?
      Já pensou quantas pessoas são infiéis e que o(a) companheiro(a) não sonha nem nunca vai sonhar? às vezes surge de onde menos se espera... E se o ser humano tiver natureza poliamorosa (para não confundir com poligamia)?

      Eliminar
  6. Eu cá acho que este género de pessoas vivem numa frustração constante!E para combaterem essa frustração fazem o tal Poliamor para se sentirem realizadas!Concordo contigo teria de nascer de novo e mesmo assim duvído que conseguisse mudar de opinião!


    Bjxxx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Frustração? E que se dirá às pessoas que andam felizes e contentes com o seu/sua companheir/a e nem sonham que estão a ser traídos?

      Eliminar
  7. Eu também vi. Para mim era impossível tal coisa mas se eles se dão assim e se são felizes força nisso mas é muito estranho. Estar a dividir o meu namorado ? Não, obrigada!

    ResponderEliminar
  8. Respeitam, mas não serve mesmoooo para mim!

    ResponderEliminar
  9. eu nunca ouvi isso de poliamoroso, sei!!!!
    os homens sabem é muito!!!

    ResponderEliminar
  10. acho que cada um deve encontrar alguém que se adapte a si, e se há duas pessoas assim e que se dão, óptimo! comigo seria impossível, só de imaginar.. bhaaa :/ *

    ResponderEliminar
  11. Confesso que não sou assim tão moderna...
    Quando ouvi a notícia, pensei que ele era assim um Brad Pitt que tinha de ser partilhado :P
    ahahahahahhahaahhahahahahahahha

    ResponderEliminar
  12. Pois, já tinha ouvido falar.
    Numa casa dos Segredos houve um poliamoroso, o namorado daquela que agora canta, não me recorda o nome.

    Se os homo casam, porque não os poli? E já agora porque não adotar? A criancinha vai adorar ter múltiplos e rotativos papás e mamãs.

    Sou antiga, que hei de fazer?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhaah! Essa ainda não tinha ouvido falar (bem me tinha ocorrido). Múltiplos e rotativos papás e mamãs! show.

      Eliminar
  13. Vi a reportagem, e não entendo como um "grupo" de pessoas possa ser feliz assim. Não condeno mas não entendo...

    ResponderEliminar
  14. também desconhecia...não percebo e não aceitaria tal coisa.

    ResponderEliminar
  15. Acho que só assim deixa de haver hipocrisia em relação a este assunto...

    Mas toda a gente acha que é o(a) unico(a) numa relação e que o(a) companheiro(a) nunca a traiu? Errado. Os que encaixam neste parâmetro (de nunca ter traído) são pouquíssimos...

    Não estou a atirar ao ar, sei do que falo...

    ResponderEliminar
  16. Ouvi falar da reportagem mas ainda não a vi. Eu cá concordo contigo!

    ResponderEliminar
  17. Um jovem com um coração muito grande! LOL. Se eles todos se entendem ...

    Bjokas*

    ResponderEliminar
  18. Para mim não dava mas se as pessoas são felizes assim, porque não?

    Beijocas

    ResponderEliminar
  19. vi um bcado e desisti! Não entendo isso do poliamor.

    ResponderEliminar
  20. Yes, faz lembrar aquele reality show do TLC. P mim não dava esse tipo de relacionamento.. hunmm na na na. Mas respeito quen faz, cada um c a sua vida, e o mais importante, cada um c o que lhe faz feliz! Nao vi a reportagem

    ResponderEliminar
  21. Nessas coisas sou uma antiquada...respeito mas não entendo !
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Nada nesse campo me faz muita confusão mas penso que só dura até um se apaixonar. Todos se gostam e se curtem mas surgindo amor, este tende a só se dar bem na exclusividade. Normalmente quando o "poliamor" é masculino, ou seja, um homem com multiplas parceiras, elas acabam por suportar a coisa até uma certa data. Não dura para sempre e tem momentos de extrema ciumeira e stress constante, principalmente da ideia da possibilidade de aparecer uma terceira (ou quarta, quinta) mulher dividir o amor do macho-alfa com elas.

    Sabes mulheres a competir umas com as outras no local de trabalho? Agora põe isso em casa... irra!

    ResponderEliminar

DEIXA A TUA OPINIÃO FORMAR A TEIA!