terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

A CARNE DE CAVALO E A SOCIEDADE

Que título digno, hein?

Ultimamente, muito se tem falado do facto de aparecer ADN de cavalo em preparados de massa com carne. Hoje, a notícia que surge vem da parte da Nestlé, que suspendeu a venda de produtos com carne de cavalo em Espanha e Itália.

E vocês, meus caros seguidores, o que têm a dizer sobre isto?

Eu penso que o que está a causar alarido seja "apenas" o facto de se estar a vender carne de cavalo pelo nome de carne de vaca. Digamos, vender gato por lebre. Até porque várias pessoas assumiram que consomem regularmente cavalo - a mim em particular causa-me estranheza já que é um bichinho tão amoroso - mas penso que não seja nada para grande escândalo. Até porque, meus queridos consumidores de comida chinesa, duvido que estejam certos que comem o que pedem nos Restaurantes Chineses. No meu caso específico, duvido que a galinha com amêndoas que o meu marido babadamente pede, seja de facto galinha. Aquilo não é galinha, não é frango e muito menos porco ou vaca. Se é cavalo, gato, cão, ou periquito, isso não sei, mas que é delicioso é. Olhos que não vêem, coração que não sente, não será verdade? 
O melhor mesmo é não pensar demasiado no assunto...

13 comentários:

  1. A mim o que me faz confusão é que se existe um tipo de carne que não era suposto lá estar, nada me garante que houve o controlo de qualidade devido. Não me faz mais confusão comer cavalo que vaca (talvez um bocadinho, mas pouco), mas porra... Que tenha a certeza que não está lá carne manhosa toda doente com sei lá eu o quê... É que ao ouvir isto, fico a duvidar que QUALQUER da carne que está nessas misturas tenha tido o devido controlo....... Enfim... Melhor não pensar MESMO!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. exato. Pior do que o tipo de carne, é a falta de controlo. E se fosse humana? Isso sim, seria escandaloso!

      Eliminar
  2. Para mim não faz diferença, se tá bom marcha. Em minha casa consome-se carne de cavalo. E quanto aos chineses.. prefiro nem saber que carne é hehehe

    ResponderEliminar
  3. Uma breve visita a meio das férinhas para te dizer olá!

    Não como carne por isso para mim é igual eheheh!

    ResponderEliminar
  4. Eu adoro cavalos por isso tive imensa pena :x
    Mas concordo: não vou pensar muito na coisa xD

    ResponderEliminar
  5. Concordo contigo, desde que saiba bem é o que importa! E há tanta gente que come carne de cavalo que não vejo onde está o escândalo!

    ResponderEliminar
  6. nossa, que horror!
    a melhor coisa mesmo é não pensar no assunto!
    Beijos!

    www.fashionfrisson.com

    ResponderEliminar
  7. às vezes é melhor nem sabermos ahah

    ResponderEliminar
  8. Pois ainda na sexta feira o meu médico me disse para comer carne de cavalo e até indicou onde se vendia aqui. Tenho um tipo de anemia congénita (pois nem sabia que isso era possivel) e carne de cavalo é muito boa para isso.
    Em miuda lembro-me de a minha mãe comprar e não me faz diferença nenhuma se a comer, tambem nunca tinha comido lampreia e um destes dias comi, e aquilo parece cobra.
    Acho que a polémica é mesmo por venderem uma coisa por outra....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exato pinta roxa. Acabei de mencionar a parte medicinal. O problema é NÃO se saber o que se anda a comer...

      Eliminar
  9. Para isso mais valia nos tornarmos vegetarianos e pronto :)

    ResponderEliminar
  10. O que os olhos não vêm o coração não sente! Isso é verdade. Não deviam exagerar. A carne de cavalo só não é consumida por uma questão cultural. Porque em termos da escala da "fofura" uma vaca malhada também é super queriduxa! Talvez até mais, com aqueles olhos meigos que têm...

    E antigamente os médicos prescreviam o consumo de carne de cavalo para combater determinados problemas de saúde, pelo facto de ser uma carne com muita pouca gordura.

    Ora senhores! Se consumimos vaca, porco, frango e OVOS e produzimos esses animais em série de formas às vezes pouco humanas, não é isso mais escandaloso?

    Mas sim, a HONESTIDADE é que é essencial. Se a CONFIANÇA do consumidor se quebra, o caldo entorna-se... E os trangénicos? Não é isso muito mais sério e grave?

    ResponderEliminar

DEIXA A TUA OPINIÃO FORMAR A TEIA!