segunda-feira, 31 de outubro de 2011

E JÁ PASSARAM 4 ANOS!

AVISO:
Post não recomendado a seguidores que não gostam de lamechices e pirosices, ou seja,
informam-se os demais que este post respira amor por todos os cantos.
Obrigada.
Depois não digam que não avisei...
--------------------------------------------

Esta noite, Noite das Bruxas, faz 4 anos que conheci o meu marido: ora que belo dia para conhecer o homem da minha vida!
Já andava embeiçada por ele desde 2005, ano em que entrei para a Universidade. Quando o vi... foi amor à primeira vista... contudo, eu era caloira, ele veterano... e eramos de escolas diferentes. Nesse dia, ele tinha um casaco de bombazina castanho e era lindo - obviamente! Em 2005, vi-o mais 2 vezes, uma vez na biblioteca outra num café. Depois disso, nunca mais tive sinal dele, pensei que tivesse acabado o curso e seguido a sua vidinha, na terra dele - estava longe de imaginar que era um filho da terra!
Na passagem de ano 2006/2007, recebo uma mensagem de uma amiga: "O teu homem, está aqui em Albufeira!"... nem sei explicar o que senti, mas o coração bateu bem forte...
Passados dois anos, em 2007, Noite das Bruxas como referi, estava eu com a minha colega de casa num bar, quando olho em frente e vejo alguém a olhar para mim, era ele! Fiquei logo com os nervos e disse para a minha colega, vamos buscar uma bebida e sair daqui! Fomos buscar a bebida, e eis que o menino que se mete no meu caminho, eu sorri, ele sorriu  (ai até me estou a arrepiar, que lindoooooo... e piroso!).
Feita tótó, decidi fugir daquele bar a sete pés e fomos para outro. Mas fiquei sempre a olhar para a entrada, na esperança que ... sei lá, ele aparecesse... E apareceu, e voltámo-nos a olhar... Decidi ir para a zona ao ar livre, não porque estivesse com falta de ar, mas porque podia respirar melhor, ou talvez não... - nesta altura os bpm estavam a 130 e já devia acusar taquicardia! Ahahah!
Entretanto, a minha colega de casa começa a falar com uma amiga, e eu fico temporariamente "sozinha". E foi nessa altura que se desenrolou a situação: ele veio ter comigo, apresentámo-nos, eu falei-lhe no casaco de bombazina que me tinha fascinado, e fui sincera, disse-lhe que desde 2005 andava de olho nele... o que o deixou de boca aberta!
Foi motivo para falar mais um pouco, beber um copo oferecido pelo novo amigo, trocar números de telemóvel... e nada mais!
A partir desse dia, sucederam-se mais mensagens, mais encontros, mais episódios, mais jantares, mais... de tudo um pouco!
Foi um dia marcante porque desencadeou tudo o que somos hoje, um casal lindo e maravilhoso que se ama muitoooooooo (ai que foleirice! mas é verdade!).
Acho que tenho aqui uma bela história para contar aos netinhos, quem ama acredita, e é verdade!
E para terminar em beleza, uma musiqueta bem lamechas!

5 comentários:

  1. Uma história muito bonita :) E uma bela forma para lembrarem o vosso 1º encontro :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que não sou só eu que sou lamechas e que gosto de música brasileira!!!
    Uma linda história e tu foste persistente....isso é que é uma verdadeira mulher que sabe o que quer...era aquele e estava no destino!!
    Bjs

    ResponderEliminar

DEIXA A TUA OPINIÃO FORMAR A TEIA!