segunda-feira, 18 de março de 2013

SOCORRO O MEU MARIDO QUER SER PAI!

--- AINDA SOBRE ESTE POST ---
Eu penso que ninguém tenha compreendido realmente a intenção do post, isto porque se referia apenas à pressão que ultimamente tem sido feita sobre mim, a qual se está a reflectir nos meus sonhos - não ao desejo de ser mãe. Acreditem que eu quando acordei estava deveras assustada! E foi um alívio quando abri os olhos.
Ter filhos, sempre foi um objectivo de vida, um sonho, uma ambição. Ter uma casa cheia de filhos, cheia de alegria acho que enche o coração a qualquer pessoa. Contudo, e a cada dia que passa, além da pressão ser cada vez maior, a minha vontade de ser mãe é cada vez menor. Há momentos na nossa vida que nos fazem pensar em inúmeras coisas e no quanto a nossa caminhada pode ser efémera. Podem chamar-lhe egoísmo, mas é o que eu penso. E neste  momento eu sinto que sou completa com o amor do meu marido. Sou feliz assim, só eu e ele.
Mas claro que não fiquei indiferente ao pedido do marido aqui, contudo, não quero dizer sim ou não só porque a maioria o acha. Quando casámos, casámos com a ideia de formar uma família grande, linda e maravilhosa. E para tomar uma decisão tem que ser em conjunto, para que nenhuma das partes se sinta melindrada ou descontente. Acima de tudo terá de ser uma decisão consciente e com os pés bem assentes na terra. Porque como já aqui disseram é uma grande responsabilidade, não há devoluções, e por vezes, em vez benéfico para o casal, só piora a relação. Quero decidir isto a dois, com calma, sem pressões de pais, sogros ou irmãos. 
O nosso quotidiano foge-nos por entre os dedos, o tempo passa a correr, e enquanto casal mal temos tempo um para o outro, quanto mais para uma criança? Muitas mudanças seriam necessárias e não sei até que ponto seriam favoráveis ou não... Enfim, a ver vamos se haverá fumo branco!
Agora a parte dos agradecimentos:
* Quero agradecer em especial ao marido pela coragem que teve em fazer tal pedido aqui, fiquei muito orgulhosa e muito contente. Obrigada por seres o meu maridão e a motivação para os meus dias! És a minha vida! Amo-te para lá do infinito e mais além!!
** Obrigada a todas as meninas que comentaram e deixaram aqui a vossa opinião! Fiquei muito contente por saber que a maioria quer um país cheio de criançada! Toca a acordar Portugal!

20 comentários:

  1. Toca a acordar, é isso mesmo. Gostei disto.

    ResponderEliminar
  2. Ahahaha , bem ja viste que nós ficamos todas entusiasmadas.
    Tens razão prima, quando estiveres preparada vais ter um/uma Opinante Jr.

    Gesto muito bonito do teu maridão! :)

    Beijos***

    ResponderEliminar
  3. Não cedas a pressões, é quando TU quiseres e VOCÊS sentirem ser o momento ideal! :)

    ResponderEliminar
  4. acho que tudo foi dito, ter um filho é uma coisa seria, daí tem de ser uma decisão dos dois.. forçaaaa beijinhos

    ResponderEliminar
  5. só agora vi o pedido dele :):):)

    Nunca tomes nenhuma atitude por pressão :)
    Mas se apenas tens receio do futuro, isso teras sempre :):)

    ResponderEliminar
  6. O marido esteve bem, mas claro que ter um filho é uma decisão que deve ser pensada com calma.:)

    ResponderEliminar
  7. É isso mesmo.
    A pressão das pessoas não ajuda e aliás, deve ser lei, quando uma pessoa casa, tem que ter filhos, se já tem um, tem que vir o 2º e por aí fora.

    O meu namorado também quer muito ser pai, mas neste momento não.
    Por mim, nem em momento algum, mas pronto, ainda não posso dar o caso encerrado.

    A vida pode estar boa para muita coisa, menos ter filhos.
    É uma decisão que tem que ser pensada muito bem mesmo.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Tens toda a razão, pressões nunca funcionam muito bem, tem que ser um assunto pensado unicamente entre os dois mas também é bem verdade que se estás à espera de uma situação de vida perfeita para ter filhos então esquece porque isso pode nunca acontecer :)
    Bj S

    ResponderEliminar
  9. Eu quero um mundo cheio de crianças para ter emprego. Muahaha.

    Mas quanto à pressão... não sei, quem se está borrifando nem sente pressão nenhuma, mas há diferença em se querer uma coisa e se partilhar esse desejo e o pressionar.

    Como dizes, há tempo para tudo e que eu saiba essas coisas ainda se fazem a dois. E mais importante depois educam-se a dois.

    ResponderEliminar
  10. é verdade... as pressões nao são amigas, e perde-se a vontade do que quer que seja!!!
    e aposto que quando tiver de ser que vão ser uma familia linda!!!

    BEijinhosgrandes e boa semana!!!

    ResponderEliminar
  11. As pressões são inimigas da gravidez. O interessa são os vossos desejos a dois.

    ResponderEliminar
  12. Como disse anteriormente a decisão tem que ser dos dois.
    Só vós podeis saber o melhor para vós.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Querida Opinante, e eu quero agradecer-te esta tua avaliação tão correcta do que é ter uma família, hoje em dia. Porque não é fácil e porque tem que ser no momento certo, para acontecer!
    Gostei. :)
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  14. Força, pondera bem todos os prós e contras!

    ResponderEliminar
  15. Forcinha querida, vais ver que quando chegar o momento certo vocês vão saber!
    :-))

    ResponderEliminar
  16. Não podia dizer melhor. Acho sinceramente que essa é a opinião mais sensata sobre o assunto. Infelizmente, por muitos tomarem essa decisão sem medirem os prós e contras vemos progenitores que nunca serão pais nem mães! Beijinhos grandes*

    ResponderEliminar
  17. Acho que és muito sensata. Não basta desejar ter um filho, há que pensar nos prós e contras, das condições ... Como dizes e bem, não há devoluções.
    Nunca sonhei em ser mãe, gosto muito da minha vida assim como está, tal como tu.

    Bjokas.

    ResponderEliminar
  18. Estou plenamente de acordo com a tua opinião e parece-me que procuras acima de tudo, ser genuína e honesta contigo e com os outros. Ter um filho é algo que deve ser desejado. E o mais importante é que queres ser mãe. Só não sentes que seja o melhor momento. E ele há-de chegar. A seu tempo. :)

    ResponderEliminar
  19. Adoro crianças, mas acho que os tempos que correm não estão nada fáceis para decisões dessas. Para além disso, se estão casados há pouco tempo, talvez o melhor seja aproveitarem enquanto podem, que com crianças nunca mais vão estar à totalmente à vontade para fazer o que vos apetecer :) *

    ResponderEliminar

DEIXA A TUA OPINIÃO FORMAR A TEIA!